A Pecaminosidade Humana e a Sua Restauração à Deus

Graça e paz a todos! Na lição de hoje estudaremos sobre A pecaminosidade Humana e a Sua Restauração à Deus. Vamos estar explicando de forma bem detalhada a respeito do pecado e suas consequências na vida da humanidade. Bem sabemos que os conflitos, discórdias e toda sorte de maldade, assim como a avareza e malícia são manifestação do pecado, que existe desde o princípio até os dias de hoje.


A Pecaminosidade Humana e a Sua Restauração a DeusI – Definindo os Termos

1. Pecado

Para indicar a imensa lista de pecados que encontramos na bíblia, em primeiro lugar seria interessante entendermos que a palavra pecado em Grego é harmartia, essa palavra tem quase 25 termos hebraicos no Antigo Testamento referindo-se ao pecado.

Voltando a imensa lista de pecados que constam na bíblia, temos o primeiro, que muitas vezes passa desapercebido: o erro, depois a iniquidade, prostituição, trangressão, maldade, impiedade, engano, sedução, rebelião, violência, perversão, orgulho, malícia, concupiscência, injustiça, dentre outros listados pelo apóstolo Paulo em (Rm1:29-32).

2. Os Termos Hebraicos “Awon e Peshá”

Esse primeiro termo hebraico, awon que significa iniquidade, perversão, vem de uma raiz que nos tras o sentido de entortar, torcer, daí a ideia de perverter a lei de Deus, sem contar com a ideia de indivíduos pervertidos.

a) Injustiça

Nas traduções das nossas versões, essas palavras aparecem como: injustiça (Gn15:16) ” E a quarta geração tornará para cá; porque a medida da injustiça dos amorreus não está ainda cheia.”

b) Maldade

Maldade (Tt 3:3) “Houve tempo em que nós também éramos insensatos e desobedientes, vivíamos enganados e escravizados por toda espécie de paixões e prazeres. Vivíamos na maldade e na inveja, sendo detestáveis e odiando-nos uns aos outros”

c) Iniquidade

E por fim, iniquidade: “eu também andei em oposição a eles, e os trouxe para a terra dos seus inimigos. Se então o seu coração incircuncidado se humilhar, e se aceitarem o castigo da sua iniquidade;” (Lv 26:40).

Já o verbo avah, da mesma raiz, descreve a natureza de uma pessoa que não foi regenerada: “Pois a tua iniquidade ensina a tua boca, e escolhes a língua dos astutos.” (Jó 15:5). Isso revela a vida torta de uma pessoa que não é regenerada, ou seja, de um “pecador”.

Existe outro termo importante do Antigo Testamento na Hamartiologia é o verbo pashá que tem o significado de transgredir ou o substantivo peshá, com o significado transgreção, delito, observe:

“Então irou-se Jacó e contendeu com Labão, dizendo: “Qual é a minha transgressão? Qual é o meu pecado, que tão furiosamente me tens perseguido?” (Gênesis 31:36).

Nos dando a percepção de que o ser humano forçou e foi além dos limites que Deus estabeleceu, e isso nos deixa claro que erraram o alvo da vida.

3. O Que é Pecado?

A Bíblia não define o que é pecado mas descreve claramente as características do pecado. Como um historiador da igreja Philip Schaff afirmou que a Bíblia “revela a verdade em forma popular de vida e fato”

As escrituras dizem que: “O pecado é a transgressão da lei ” (1 Jo 3:4; [ARA]), e que ” toda iniquidade é pecado” (1 Jo 5:17), esse tipo de pecado é conhecido como pecado de “omissão” que significa quando fazemos aquilo que não deveríamos fazer. (cf. Mt 15:3; Rm 5:14).

As Escrituras nos ensinam outros tipos de pecado, como o pecado de omissão, vemos um exemplo dele lá em Tiago 4:17, que diz: “Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado.” Esse pecado é deixar de fazer, aquilo que pode ser feito.

II – Origem do Pecado

1. O Pecado no Céu

Foi lá no céu que tudo começou, quando Adão e Eva foram criados o pecado já estava na terra, mas muito antes ele se originou no céu, um querubim ungido que havia sido criado belo, formoso e sábio, esse querubim tinha a marca da perfeição, como descreve (Ez 28:12-15).

Mas se rebelou contra Deus, foi orgulhoso e soberbo, chegando ao ponto de desejar o trono do próprio criador. Ele foi expulso com todos aqueles que se posicionaram ao seu lado. (cf. Is14:12-14; 1 Tm 3:6; e ainda 2 Pe 2:4; Jd 6:4; Ap 12:7-9).

2. O Pecado no Édem

Adão e Eva tinham o direito e permissão para comer de toda árvore do jardim, menos da árvore da ciência do bem e do mal; desta eles não poderiam comer, pois Deus advertiu claramente que no dia em que eles comessem certamente iriam morrer.

Quando o casal comeu, perceberam que estavam nus e procuraram se esconder da presença de Deus (Gn 3:7,8). O próprio Deus anunciou a vinda de um redentor (Gn3:15), em seguida anunciou a setença ao casal e a toda a sua descendência.

E foi assim que o pecado entrou no mundo e com ele a morte: “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porquanto todos pecaram.” Conhecemos esse desastre como queda da humanidade.

3. A Universalidade do Pecado

Agora, onde começou o nosso aprendizado? A Bíblia relata que a pecaminosidade humana foi herdada pela natureza pecaminosa de Adão, e isso se chama pecado original.

A Bíblia não mostra exatamente como essa transmissão aconteceu, mas afirma que é inegável esta verdade. Veja o que diz Paulo: “Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos.” (Rm 5:19).

Observe que a passagm está falando de Adão por ter desobedecido a Deus, e de Jesus que obedeceu nos justificando. Assim as Escrituras mostram que todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.

Por isso não há no mundo quem não peque, e a prova da universalidade do pecado é a morte. Veja novamente o que Paulo diz a esse respeito: “Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.”(Rm 5:12).

Nem mesmo os salvos estão isentos desta lei, o pecado é real e está presente na vida de todos nós desde o nosso nascimento, já nascemos com a natureza Adâmica. A humanidade toda é comrropida: corpo, alma, Espírito, intelecto, emoção e vontade.( Is 1:5,6; 2 Co 7:1).

III – A Solução Para o Pecado

1. Nem Tudo Está Perdido, Há Solução Para a Pecaminosidade Humana

A Bíblia descreve situações em que o homem está morto em ofensas e pecados, e que o salário do pecado é a morte (cf. Ef 2:1; e Rm 6:23).

Nós sabemos também que morte significa separação, isso foi o que aconteceu com Adão quando desobedeceu, ele teve de sair do Édem e ficar distante de um Deus do qual ele tinha comunhão e conversava todos os dias.

Mas como Deus é rico em miséricordia e bondade, declara que nos vivificou, gratuitamente, nos dando vida eterna. A graça está disponível a todos e em todos os lugares.

3. A Provisão de Deus, Vem Pela Sua Misericórdia

“Mas não é assim o dom gratuito como a ofensa; porque, se, pela ofensa de um, morreram muitos, muito mais a graça de Deus e o dom pela graça, que é de um só homem, Jesus Cristo, abundou sobre muitos.” (Rm 5:15).

A morte de Jesus, foi expiatória, ou seja ela aconteceu para reparar A Pecaminosidade Humana. Deus propôs uma propiciação pela fé no seu sangue de Jesus.

Ele propôs que o seu filho (Jesus) morresse pelos nossos pecados, pelo sangue de Jesus na cruz; para que nosso pecado o levasse a perdoar nossas ofensas. A propiciação é um ato que acalma a ira de Deus contra o pecado, satisfazendo a santidade e a justiça de Deus.

Conclusão

Aprendemos que o pecado existe, e começou nos altos céus com a rebelião do querubim Lucifer, e que nós herdamos a natureza pecaminosa, do nosso ancestral Adão, que desobedeceu a Deus e por isso foi afastado da presença divina.

Da mesma formas nós estavamos afastados de Deus por causa do pecado. Aprendemos também as várias descrições que a Bíblia nos trás a respeito de pecado. Mas que nem tudo está perdido, Deus por sua infinita misericórdia, própos a propiciação de Jesus seu filho.

Então a única maneira que o ser humano tem para se chegar a Deus é através de Jesus. Nós estavamos perdidos, afundados em pecados, afastados de Deus, cometendo toda sorte de coisas que não agradam a Deus.

Mas fomos restaurados, regenerados da nossa pecaminosidade humana, pelo arrependimento dos nossos pecados, e pela fé em Jesus seu filho amado. Por isso não pense que tudo está perdido, que não tem mais jeito,

Deus está de braços abertos para te receber caso você venha a Ele arrependido e crendo que Jesus morreu na cruz pelos seus pecados.

Veja Todas as Lição Aqui

 

 

 

Como Pregar a Palavra de Deus?

Inscreva-se Gratuitamente para receber atualizações do blog e Baixar o Guia Prático para Elaborar Sermões do Clube de Pregadores

Silvania Soares

Graça e paz a todos! Meu nome é Silvania Soares, sou cristã há mais de trinta anos, congrego na Assembleia de Deus, tenho ministério de ensino e sou Bacharel em Teologia. Amo ensinar a palavra de Deus e formar novos pregadores. Comecei como aluna no clube de pregadores, onde, graças a Deus e ao conhecimento aquirido no clube, trabalho corrigindo as lições e efetuando os comentários bíblicos e também postando estudos.

Website:

3 Comentários

  1. Francisca

    A paz ! Boa tarde irmã Silvania,parabéns por esse maravilhoso trabalho. Deus abençoe você,sua família é seu ministério.

    View Comment
    • Silvania Soares

      Amém, Deus te abençoe irmã,que tudo seja para honra e glória do nosso Senhor e Salvador Jesus cristo.

      View Comment
  2. Pingback: A Pecaminosidade Humana e a Sua Restauração - Esboço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *