Jesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter

Graça e paz a todos! Esta semana teremos a última lição deste trimestre, estudaremos sobre o caráter do homem mais importante de todos os tempos – Jesus Criso, o modelo supremo de caráter que é quase impossível descrever em palavras.

É a respeito desta personalidade, moldada ao longo dos anos, que Jesus desenvolveu um caráter perfeito que refletiu a sua natureza divina, e é sobre  este caráter que vamos estudar nesta Lição da Escola Dominical.Jesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter

I – JESUS DE NAZARÉ, O FILHO DO HOMEM

1- Sua Origem Humana

“E o verbo se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1:14). Jesus nasceu como homem,  sentiu tristeza, fome, e todas as necessidades fisiológicas que temos, mas não pecou. Paulo diz: “Mas vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, afim de recebermos a adoção de filhos(Gl 4:4,5)

2- Sua Entrada no Mundo

Antes mesmo do seu nascimento, foi anunciado a uma virgem pelo anjo Gabriel que ela seria mãe do salvador. Ao nascer, Jesus se fez verdadeiramente homem e verdadeiramente Deus, Jesus Cristo mesmo com o careter supremo, andou como homem, sentindo todas as fraquezas humanas como fome, frio e sede, mas ele não pecou. Em nenhum momento Jesus cometeu pecado.

3- Seu Desenvolvimento Humano e Espiritual

“E o menino crescia e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre
ele.
Ora, todos os anos, iam seus pais a Jerusalém, à Festa da Páscoa (Lc 2.40,41).” O caráter de Jesus é modelo para todos os homens em todos os tempos. Desde a sua infância, ele seguiu todas as tradições judaicas e trabalhando com seu pai, exerceu a profissão de carpinteiro enquanto aguardava o momento certo para iniciar seu ministério.

II – SEU MINISTÉRIO E CARÁTER SUPREMO

1. Jesus Cristo, o Modelo Supremo

Durante seu ministério, Jesus Cristo demostrou partes do seu caráter, tanto divino como humano, e essas demostração ensinam e influenciam as pessoas que creem e o aceitam como seu único Salvador. Essas demostrações marcantes de caráter, demostram facilmente sua natureza divina.

a) Humildade e mansidão

Por diversas vezes o salvador demostra Mansidão e humildade. Seguiu ao rio Jordão para ser batizado por João Batista (Mt 3:13-15), convidou os cansados e oprimidos para que viessem a ele (Mt 11:28-31), lavou os pés dos discípulos (Jo 13:3-5), humilhou-se com cordeiro mudo até a morte, e morte de cruz (Fp 2:6-8).

É esse caráter humilde e manso que devemos ter em nossas vidas, em todas as situações e em todos os tempos. Principalmente para aqueles que falam, pregam e seguem a Jesus.

b) Misericórdia e Compaixão

Jesus se compadeceu de multidões: enfermos (Mt 9.36), doentes (Mt 14.14) e famintos (Mt 15.32). Ele se compadecia verdadeiramente, e devemos seguir este exemplo tendo compaixão uns dos outros, ajudando não só com palavras, mas com atitudes. Se dividíssemos o pão, não teríamos tantos necessitados nas igrejas.

Eu louvo a Deus pelas igrejas e pelas vidas dos irmãos, que tem e mantêm um grupo social com honestidade, para realmente ajudar os necessitados, imitando o própio Jesus Cristo, o Modelo supremo.

c) Espírito pacificador

A palavra de Deus diz: “Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão, e depois vem, e
apresenta a tua oferta.,”(Mt 5:23).

Jesus sabia muito bem o quanto a natureza humana era propícia a desavenças. Por isso, deixou este versículo para que em poucas palavras, muito se pudesse dizer. Amar nossos irmãos e reconciliarmos com eles sempre que possível, são atitudes que devem ser exercitadas diariamente.

2. Na Prática, Ele Demonstrou o seu Imenso Amor pelos Pecadores

Jesus Cristo, o modelo supremo de carater

Todo o caráter de Jesus foi demostrado na prática. Enquanto os fariseus queriam apedrejar uma mulher adultera, ele à perdoou dizendo: vai e não peques mais.

Ensinou que devemos permanecer no seu amor, declarou a um doutor da lei que o maior mandamento é amar a Deus acima de tudo e o segundo seria amar ao seu próximo como a si mesmo.

Podemos entender facilmente a necessidade de amar ao nosso irmão, ao nosso parente, aos nossos amigos e vizinhos, porque todo o fundamento da palavra de Deus consiste em amar. Porque Deus é amor.

3. Seu Caráter é Referência para a Igreja

Jesus disse: “Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também” (Jo 13:15). Em seu corpo perfeito, a igreja de Cristo não tem defeito. “A igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível” (Ef 5.27).

No aspecto humano, temos falhas e erros; mas devemos nos aproximar ao máximo do caráter de Jesus Cristo o modelo supremo de humildade, amor e compreensão. Nos suportando mais, perdoando mais, e acima de tudo, nos amando mais.

   III – A MORTE, RESSURREIÇÃO E VOLTA DE CRISTO

  1. A Morte de Cristo, Exemplo Supremo de Amor

A morte de Cristo revela o auge de seu amor. Ele nos amou quando nós ainda éramos pecadores. Entregou-se a morte, e morte de cruz, onde esvasiou-se de si mesmo em prol da humanidade, para que pudéssemos nos relacionar com Deus e ter a salvação mediante a fé .

 2. A Ressurreição de Jesus e a sua Vinda em Glória

Depois de ter entregue a si mesmo pelos nossos pecados, para garantir a nossa salvação mediante o sacrificio na cruz, Jesus retoma toda a glória e grandeza  após sua ressureição, vencendo todas as forças do mal que estavam distanciando o homem de Deus e impedindo o maligno que dominar este mundo, por meio da queda do homem “Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.” (1 Co 15.19-26).

Se nós não tivermos esperança para o futuro, os incrédulos podem nos considerar tolos por estarmos sofrendo por nada. Mas o sofrimento daqueles que verdadeiramente amam a Cristo, e todas as perseguições que enfrentam, nunca serão vãos, porque cremos que um dia estaremos no céu com nosso salvador.

CONCLUSÃO

Jesus Cristo, o modelo supremo de careter é o personagem de maior índole na historia. É impossivel descreve-lo, não por falta de informações ao seu respeito, mas pela sua grandeza espiritual e seu caráter inigualável. Ele é chamado de filho do homem, e tem este titulo a seu próprio critério, portanto, os escritores dos evangelhos usam essa expressão 69 vezes, e esse termo tem dois possíveis resultados:

Primeiro, nos indica que ele seria um membro da humanidade e sendo assim, cada um de nós é um filho do homem. Segundo, essa expressão é usada fazendo referência a personagem profetizada em Daniel. Essa personagem surge no fim dos tempos como uma intervenção para trazer a justiça de Deus a este mundo.

Veja Todas as Lições Aqui

Como Pregar a Palavra de Deus?

Inscreva-se Gratuitamente para receber atualizações do blog e Baixar o Guia Prático para Elaborar Sermões do Clube de Pregadores

Silvania Soares

Graça e paz a todos! Meu nome é Silvania Soares, sou cristã há mais de trinta anos, congrego na Assembleia de Deus, tenho ministério de ensino e sou Bacharel em Teologia. Amo ensinar a palavra de Deus e formar novos pregadores. Comecei como aluna no clube de pregadores, onde, graças a Deus e ao conhecimento aquirido no clube, trabalho corrigindo as lições e efetuando os comentários bíblicos e também postando estudos.

Website: