Jônatas, um Exemplo de Lealdade- Lição 6 – 07/05/2017

A paz do Senhor meus queridos irmãos, segue o comentário da lição Escola Bíblica Dominical, falando sobre Jônatas, um dos muitos exemplos de caráter Leal na bíblia sagrada.

A comentarista nossa de cada dia, é a irmã Silvania, gestora de alunos no Clube de Pregadores. Como tudo precisa evoluir e crescer, estamos trazendo o comentário da lição sem o texto da lição, somente os títulos e o subsídio abaixo. Para que você possa usar o texto na revista e acompanhar o comentário aqui.

Você pode salvar em PDF e imprimir nossos subsídios, levando o comentário para sua sala de aula e ampliar ainda mais com seus alunos. Boa aula 🙂 .

Lição Bíblica Dominical- Jônatas, um Exemplo de Lealdade- Lição 6 – 07/05/2017

Texto Áureo: (ISm 18:3)

Verdade prática: Os cristãos deve ser exemplo de lealdade a Deus, a seus familiares e a todos os que estão ao seu redor.

 jônatas

jônatas

INTRODUÇÃO

Graça e paz a todos, vamos dar início a mais está maravilhosa lição que vem nos contar, talvez a maior história de amizade que a bíblia já nos relatou, é a história de Jônatas e Davi,a bíblia nos fala pouco de Jônatas mas sabemos que era homem cheio de coragem e determinação e que a fé, a humildade, e a obediência faziam parte dos atributos daquele homem, a amizade de Jônatas por Davi nasceu depois da vitória de Davi contra o gigante filisteu (Golias) que vinha afrontando o exército do Deus vivo e envergonhando os homens de Saul, na época atual rei de israel.

I – CIRCUNSTÂNCIAS QUE UNIRAM JÔNATAS E DAVI

Quem era Jônatas

 Filho mais velho de Saul, cujo nome significa “dado por Deus ou presente de Deus”, Jônatas era um Líder militar de grande bravura já havia derrotado uma guarnição dos filisteus e colocado sua fé em ação, tinha plenas condições de assumir o trono de Israel no lugar de seu pai, só que os planos de Deus eram outros e ele soube acatar a decisão.

Uma batalha que mudou a história.

 Essa batalha ocorreu em um monte chamado vale dos carvalhos, Israel posicionado de um lado e os Filisteus estavam do outro, e tinham como arma principal um gigante esse media a altura de 6 côvados e um palmo. Há alguns que retém que 1 côvado seja igual a 51 centímetros.

Um palmo, medida bastante familiar também para nós, é tido como 23 centímetros. Se fazemos as contas (6 x 51 + 23) o resultado é que Golias media cerca de 3 metros e 30 centímetros. E afrontava o exército do Deus vivo, mas a determinação com o qual Davi enfrentou esse gigante era imprescindível para a vitória, (I Sm 17:46)

Davi mostra sua fé, determinação e confiança em Deus, tendo assim vitória absoluta. Isso nos leva a crer que não importa o tamanho do nosso problema com fé, determinação e confiança venceremos até mesmos os maiores obstáculos da nossa vida.

 A presença de Davi.

Davi não tinha ido ao campo de batalha apenas bisbilhotar o que estava acontecendo por lá e sim levar provisão e alimento para seus irmãos, indignado com os insultos do gigante filisteus ao exército do Deus vivo, Davi resolve enfrenta-lo mesmo que contra a vontade dos seus irmãos e contra a vontade do rei.

Davi enfrenta e sai vencedor de uma batalha que é completamente dirigida pela mão de Deus, com apenas uma pedra do ribeiro e uma funda Davi mata o gigante e coloca o exército filisteus em fuga. Confia em Deus, que esse exército de problemas e dificuldade que vem se levantando na sua vida vai ser derrotado, sem muitos armamentos e sem estratégicas, nosso Deus é o Deus do impossível.

II – UMA AMIZADE APROVADA POR DEUS

Jônatas torna-se amigo de Davi.

Desde aquele feito a alma de Jônatas ligou-se com a alma de Davi (I Sm 18:1) segundo a própria palavra de Deus, e nasce naquele momento uma das maiores amizades descritas na bíblia, uma amizade sincera e verdadeira que não tinha lugar para inveja ou discórdia. Deus cria circunstancias na nossa vida, que nos leva a condições inimagináveis, mas no fim podemos observar que tudo contribuiu para o bem daqueles que ama à Deus.

Uma amizade fiel e duradoura.

Quando a bíblia diz que “a alma de Jônatas se ligou com alma de Davi” e isso ela diz repetidas vezes, dando ênfase a uma amizade, que está fundamentada no amor, ela nos leva a refletir que tipo de amor temos ao nossos amigos e Irmãos, será que temos condições de amar os nossos irmãos a ponto de ligarmos a nossa alma a alma deles? Será que conseguiríamos nos doar por completo? Amar nossos irmãos como amamos a nós mesmos?

Uma aliança do Senhor.

Essa aliança que fizeram foi uma aliança espiritual, uma aliança de amizade, tudo dentro dos planos de Deus, que, mas na frente usaria Jônatas para livrar Davi das mãos de seu próprio Pai Saul, que corrompido pela inveja tentaria lhe matar, e não uma amizade incestuosa como procuram interpretar muitos grupos homossexuais, a aliança era espiritual e não uma parceria abominável (Lv 18.22. 20.13).

III – O CARÁTER DE JÔNATAS E SUAS LIÇÕES

Um homem de coragem.

Enquanto que Saul era ciumento e inseguro Jônatas se mostrou um homem de coragem confiança e fé, um líder militar que tinha firmeza diante dos inimigos e lealdade diante dos amigos, Jônatas tinha atributos que agradava a Deus; confiança, coragem, determinação e lealdade, devemos carregar conosco características deste caráter.

Um homem humilde.

Jônatas era um homem de tamanha humildade que não teve medo de perder o trono de Israel para seu amigo Davi, ele percebia que Davi estava na direção de Deus e tinha plenas condições físicas e psicológicas para estar à frente do trono no lugar de seu pai.

Muitos líderes estão à frente dos trabalhos nas igrejas, eleitos por outros homens e danificando o crescimento espiritual, fazendo com que a obra de Deus, sofra sem o crescimento preciso, geralmente essas pessoas pensam que são donos da igreja e querem agir por conta própria, precisamos dar lugar ao espirito Santo de Deus e deixar que o mesmo aja em nossas vidas.

Um homem leal.

Apesar de todas as circunstancias Jônatas se manteve leal ao seu amigo e a aliança que tinham, quando soube do plano de seu pai para matar Davi, logo avisou ao amigo do perigo que ele estava correndo; de modo nenhum ele ficou a favor do plano maligno de tirar a vida de Davi. Devemos ser leais aos nossos amigos, familiares, líderes e patrão a lealdade deve fazer parte do atributo do crente, devemos ser leais aos outros e a nós mesmos.

Conclusão

Podemos concluir que Deus estabelece sua vontade, no meio do seu povo, independente de crença, leis ou costumes, ele estabelece a sua vontade mesmo contrariando nossa expectativa. Deus no destrinchar desta história nos mostra, que não precisamos de muitas coisas para vencermos, se for da vontade de Deus que esta vitória seja nossa. Davi venceu o gigante com apenas uma funda e uma pedra do ribeiro, vendo Jônatas este desfecho o amou e logo percebeu que estava diante do escolhido do senhor, no lugar de ciúmes, invejas, nasce um sentimento profundo de amor e lealdade. Que possamos aprender e melhorar cada vez mais como pessoas e entender assim como aceitar, o chamado do outro sem ressentimentos e sem inveja.

Faça Download  desse subsidio teórico Clicando Aqui

Perdeu Alguma Lição? Clique Aqui

 

Como Pregar a Palavra de Deus?

Inscreva-se Gratuitamente para receber atualizações do blog e Baixar o Guia Prático para Elaborar Sermões do Clube de Pregadores

maxwell de lira

Website:

1 Comentário

  1. Van Basten

    Espetacular esta explanação!!!
    Amei.Sempre frequento a EBD,só assim para aprendermos mais sobre os homens de DEUS,e sabermos lutar contra o que desagrada a DEUS!

    View Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *