Maria,Mãe de Jesus – Uma serva Humilde

Nós estudaremos nesta lição o caráter humilde de Maria mãe de Jesus, que dentre outras teve o privilégio de ser chamada para ser mãe do salvador, ela era ainda muito jovem, quando recebeu o chamado para esta nobre missão, ainda assim foi submissa a vontade de Deus e aceitou o seu chamado com humildade, é ar respeito desta  humilde serva de Deus que estaremos estudando nesta lição.

Introdução: Maria foi escolhida para dar a luz ao filho de Deus, o salvador Jesus cristo, ela foi agraciada para exercer o papel mais importante que alguma mulher poderia exercer, em seu ventre acolheu pela graça do divino Espirito Santo o salvador, a obra de Deus em Maria apresentou algo inédito: O nascimento, por intermédio da raça humana, daquele que é Deus e homem.

I – MARIA, A MÃE DE JESUS

1. Quem era Maria. Apesar de seu nome ser comum na época, em Hebraico significa Miriã, ela descendia da linhagem de Davi, é citada por (Mt 1:1), quando ele registra a genealogia de Jesus, iniciando com: “Livro da geração de Jesus Cristo, Filho de Davi, Filho de Abraão” e termina no versículo (V.16) dizendo: ” e Eliúde gerou a Eleazar, e Eleazar gerou a Matã, e Matã gerou a Jacó, e Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu JESUS, que se chama o Cristo” (Mt 1.15,16).

2. Suas qualidades e  seu caráter. A decisão de escolher Maria, foi estritamente Divina, Ela tinha qualidades moral e espiritual, por isso foi a escolhida para ser a mãe do salvador.

 a) Ela era virgem.   O anjo Gabriel foi enviado a uma virgem, da cidade de Nazaré, naquele tempo a virgindade de uma jovem era de grande valor e significado,Jose seu esposo não teve relações sexuais com ela até que Jesus nascesse. Sua virgindade era indispensável para o cumprimento da profecia de Isaías: “Portanto, o mesmo Senhor vos dará um sinal: eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um filho,e será o seu nome Emanuel (Is 7:14).

b) Ela era agraciada. Segundo Lucas 1.28 “a” Ele diz: entrando o anjo onde ela estava, disse: Salve, agraciada […]” . este termo quer nos dizer que ela foi favorecida e honrada por Deus, não apenas naquele momento de gestação mas por toda a sua vida, e isso fortalece o nosso entendimento de que as benção do senhor não são apenas  passageiras, mas são eternas.

c) Tinha a presença do Senhor. Ao ser visitada pelo anjo, vindo da parte de Deus, o anjo lhe falou: “O Senhor é contigo” esta declaração foi clara, ter a presença de Deus é a coisa mais sublime na vida de qualquer pessoa.

d) Ela era bendita entre as mulheres.O anjo declarou que Maria era bendita entre as mulheres,(Lc 1:28), não era para menos ser escolhida por Deus para gerar o salvador dentre tantas outras Jovens de Israel, Maria como escolhida era para Deus era afortunada, abençoada e feliz.

II – A ELEVADA MISSÃO DE MARIA

1. Deus a escolheu para ser a mãe do Salvador. “Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus, e eis que em teu ventre conceberás, e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus […] (Lc 1.30,31). Podemos claramente imaginar o quão deve ter ficado espantada Maria naquela ocasião.

2. O anúncio de que seria a mãe do Salvador.  Admirada e espantada Maria perguntou ao anjo como se faria isso? Pois sabia ela que nunca havia se deitado com homem.” E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; pelo que também o Santo, que de ti nascer, será chamado Filho de Deus (Lc 1.35)”.
Ouvindo estas palavras, Maria demostra sua maior qualidade, que é a submissão. Disse, então, Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo
ausentou-se dela (Lc 1.38). Podemos observar que a submissão é apreciada por Deus. A nossa submissão pode ser facilmente identificada hoje quando aceitamos determinadas fases difíceis de nossa vida, Quando não questionamos mas aceitamos, estamos mostrando um caráter submisso.

3. Maria, mulher e mãe. Ela soube comportar-se como mãe apesar de jovem, cuidou do seu filho cumprindo com todas as responsabilidades de uma mãe Hebreia levou a criança para ser circuncidada, fazendo-se cumprir a lei de Moisés, apresentou-o no templo, e até viajou de Nazaré a Belém para cumprir um decreto do rei César Augusto, e . Maria não é redentora. E na verdade nunca será redentora e nem mediadora, esta afirmação surgiu no concilio de Éfeso, quando chegaram a conclusão de que Maria era Mãe de Deus, pois Jesus era Deus, e essa afirmação fere a verdade da palavra de Deus, maria foi a mãe de Jesus encarnado, ela afirmou ser serva de Deus quando disse: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo
ausentou-se dela (Lc 1.38).Deus é criador do universo e de tudo o que nele existe, jamais uma criatura (Maria) poderia ser mãe de (DEUS) criador.

periodicamente o levavam para a pascoa e segundo as Escrituras: E o menino crescia e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre
ele (Lc 2.40,41).

III – O SEU PAPEL NO PLANO DA SALVAÇÃO

1. Maria deu à luz “a semente da mulher. Quando Deus colocou a inimizade entre a serpente e a mulher: “E porei inimizade entre ti e a mulher e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar” (Gn 3.15). Essa declaração é considerada como a primeira comunicação de Deus com os homens. Diz Paulo: “mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos” (Gl 4.4,5). Quando Paulo fala de plenitude dos tempos, ele descreve o tempo perfeito na historia, o tempo determinado por Deus para seu filho nascer e ainda mais nascido de mulher que indica a humanidade de cristo. Nascido sob a lei indica que Cristo estava sujeito a lei judaica, confirmando sua identificação com todas as pessoas que estão sujeitas a lei e por fim Remi que é um termo apenas usado por Paulo lá no novo testamento e é usado no sentido de comprar no mercado de escravos. O verbo descreve o pagamento mais alto e definitivo de cristo, pelos pecados da humanidade (Rm 3:23-25). Esse pagamento, a morte de Cristo na cruz Cristo na cruz,liberta da maldição da lei e da escravidão do pecado aos que creem nele.

2. Maria não é redentora. Não temos base bíblica para  afirmarmos  a posição de Maria como redentora, esse ensinamento provém do dogma do concilio de Eféso, realizado em 431 d.C. essa conclusão fere a revelação bíblica porque Deus é eterno e criador e Maria também era criatura e serva de Deus.

3. Maria não é mediadora. Não podemos negar os privilégios que ela teve em ser escolhida para gerar o salvador, mas isso não a torna mais importante do que tantos outros discípulos de Jesus, não devemos render culto ou adoração.”Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a ele servirás” (Mt 4:10)

a) Assunção de Maria. O Papa Pio XII, diz que Maria foi levada de corpo e alma para a glória, mas nós sabemos que na verdade Maria foi sepultada e aguarda para a ressurreição no arrebatamento da igreja.

b) Intercessão de Maria. Porque há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo, homem,( 1Tm 2:5) esta passagem nos deixa mais que claro que não há outro mediador entre Deus e os homens, só Jesus pode ser o mediador e interceder por nós, pois foi ele que morreu na cruz para nos salvar.

c) Suprema autoridade de Maria! Jesus disse: que todo o poder lhe foi dado no céu e na terra (Mt 28.18). Esta passagem já nos da a resposta de que jamais Maria tenha autoridade, sendo ela uma criatura e serva humilde, segundo suas próprias palavras. Essa afirmação só pode ser de origem Satânica criada para confundir a mente daqueles que não tem acesso a verdadeira e genuína palavra de Deus.

 CONCLUSÃO: Maria tem todo respeito, pois sabemos que ela foi agraciada e escolhida por Deus, ela foi a unica mulher que concebeu do Espirito Santo, mas dizer que ela é mediadora ou intercessora ou mãe de Deus, isso é contradizer com a palavra, pois Jesus Cristo é o único que pode interceder por nós, é o único mediador e salvador, a ele seja dada toda honra, glória e louvor .

Veja todas as lições aqui

Como Pregar a Palavra de Deus?

Inscreva-se Gratuitamente para receber atualizações do blog e Baixar o Guia Prático para Elaborar Sermões do Clube de Pregadores

Silvania Soares

Graça e paz a todos! Meu nome é Silvania Soares, sou cristã há mais de trinta anos, congrego na Assembleia de Deus, tenho ministério de ensino e sou Bacharel em Teologia. Amo ensinar a palavra de Deus e formar novos pregadores. Comecei como aluna no clube de pregadores, onde, graças a Deus e ao conhecimento aquirido no clube, trabalho corrigindo as lições e efetuando os comentários bíblicos e também postando estudos.

Website:

1 Comentário

  1. Pingback: Calebe, Um Exemplo de Lealdade - Pregador Manassés - Pregando a Palavra de Deus com Sabedoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *