O Único Deus Verdadeiro e a Criação

Graça e paz a todos. Na maravilhosa lição desta semana, estudaremos sobre O Único Deus Verdadeiro e a Criação, vamos compreender sobre a vasta doutrina de Deus. O panorama desta lição é a unicidade de Deus, a crença na existência de apenas um só Deus, visto pelo lado Judaico-Cristão.

Desejamos transparecer o abismo que há entre o criacionismo e o evolucionismo, e ressaltar que na palavra de Deus não tem lugar para a teoria da evolução em nenhuma das suas versões.

I – O ÚNICO DEUS VERDADEIRO

1. O Shemá

Em Hebraico significa ouça Israel, são as duas primeiras palavras da torá que estabelece a profissão de fé no centro do monoteísmo Judaico. Esta palavra significa: “Ouve Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor” (Dt 6:4).

Em Mt 12:29 (Tradução brasileira) o significado teólogico é importante por que a mensagem não se limita apenas ao monoteísmo, mas nos trás duas ideias, que nos levam a crer em um único Deus verdadeiro, e são elas:

a) A Ideia de Existir um Só Deus

b) A Ideia de Deus Ser um Só

2. O Monoteísmo

a) É a Doutrina Religiosa

Esta doutrina defende a existência de um único Deus verdadeiro, para culto ou adoração. As principais religiões monoteístas do mundo são: o Judaísmo (Dt 6:4), o Cristianismo (Mc 12:29), e o Islamismo.

b) Diferenças Bem Acentuadas

O monoteísmo islâmico não é biblico. O deus Alá que os muçulmanos adoram não é o mesmo Deus Javé da Bíblia,ele é o único Deus Verdadeiro e que nós adoramos. Alá era um dos deuses da era Meca pré-islâmica, de onde veio Maomé, que o adotou como o deus de sua religião.

Apesar dos teólogos muçulmanos se esforçarem para fazer com que o povo creia que Alá é uma forma alternativa de se pronunciar Javé, o Deus criador de Israel, temos provas históricas e arqueológicas de que Alá não veio dos cristaõs, nem dos patriarcas e nem dos profetas, que adoram o único Deus verdadeiro.

3. O Monoteísmo Judaico-Cristão

Jesus não somente autênticou o monoteísmo judaico do Antigo Testamento, como afirmou que o Deus de Israel Javé, citado em (Dt 6:4-6) é o mesmo Deus que ele revelou à humanidade (Jo1:18) e (Mc 12:29-30),

Assim o Deus de Israel é o Único Deus Verdadeiro, que criou o mundo e tudo o que nele há, é o Deus dos cristãos, é o Deus que adoramos.

II – Criação X Evolução

1. O modelo Criacionista

É a teoria que explica a criação do universo, como sendo um ato intencional de Deus. A maneira com que o mundo enxerga a teoria da criação do universo é vista com desconfiança, pela comunidade cientifica incrédula que considera um argumento exclusivamente religioso.

a) A explicação Religiosa

A explicação religiosa, tem por base a fé (Hb 11:3), ao mesmo tempo, a explicação cientifica, se firma na evidência empírica. (empírico é um fato que se apoia somente em experiências vividas, na observação de coisas, e não em teorias e métodos científicos.)

b) Descobertas ao longo dos Séculos

Dizem, que causas inteligentes empiricamente exploradas são fundamentais para explicar as sustentações biológicas ricas em informações, e a obscuridade da natureza. Esse pensamento é conhecido como design Inteligente.

c) Criacionismo e Desing Inteligente

Eles podem estar associados, mas não são as mesmas coisas. O argumento e o método dos dois não são iguais, pois nem todo criacionista concorda com a teoria do design inteligente e vice e versa. O design Inteligente sugere que o mundo foi criado, mas não tem como provar em laboratórios que Deus o criou.

2. Método Evolucionista

Apesar de sua aparência cientifica, este método nunca conseguiu se sustentar cientificamente. A sua base abraça a proposta de Darwini, que se destaca como principal mecanismo evolutivo. A teoria criada pelo Charles Darwini, a qual afirma que os seres vivos evoluem de acordo com a necessidade de adaptação à natureza.

Não podemos considerar o que diz a teoria de Darwin, em relação ao processo da evolução, caso isto aconteça a palavra de Deus não será mais competente e o caráter do nosso criador questionado.

III – A Criação

1. A Criação do Universo

Deus criou o universo do nada, é o que está escrito na sua palavra, essa teoria é chamada judaico-cristã (creatio ex nihilo). No relato do primeiro capítulo de gênesis, observando o contexto podemos facilmente entender que Deus criou os céus e a terra. (Gn1:1) ” No principio criou Deus os céus e a terra.

Deus trouxe o universo a sua realidade existencial de maneira repentina de imediato pela sua vontade e soberania.

2. A Narrativa da Criação em Gênesis

No primeiro dia Deus trouxe a existência a luz (Gn1:3). No segundo, Deus criou a expansão ou firmamento. (vv. 6-8). No terceiro dia disse Deus: “Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar; e apareça a porção seca” (v.9). A essa porção seca Deus chamou terra e ao ajuntamento das aguas, mares (v.10). Ainda no terceiro dia, surgiram os continentes com seus relevos e a vegetação (vv.9-13). Os corpos celestes: o sol, a lua e as estrelas aparecem no quarto dia (vv.14-19). As aves e os animais marinhos surgem no quinto dia (vv.20-23).

3. A Criação do ser Humano

A raça humana teve seu nascimento, ou seja sua origem em Deus, através de Adão. No sexto dia criou Deus o ser humano, o homem recebeu de Deus a responsabilidade de gerenciar a terra e tudo o que nela havia. que grande e maravilhosa missão tinha o homem.

O homem não era simplesmente um animal com raciocínio mais elevado, e sim, um ser espiritual, feito a imagem e semelhança de Deus. Na criação Deus usa esta frase: “Façamos o homem” (Gn1:26), que quer dizer, “Vamos fazer o ser humano”, no Hebraico o termo homem é adam, que significa “gênero humano”.

Este ser humano recebeu direto de Deus o sopro em suas narinas. (Gn2:7). A bíblia também revela que Deus o fez um pouco menor do que os anjos. (Sl 8:5).

Conclusão

Nossa crença, não deve estar baseada em nada além do que sabemos e cremos, não em um Deus que gostaríamos que fosse, mas sim em um Deus único e verdadeiro, como ele é: criador, provedor, misericordioso. Os ensinos errados a respeito da pessoa do nosso Senhor Jesus Cristo. Nos traz muitos desafios a respeito da criação. Precisamos estar preparados para combater a indiferença religiosa.

Veja todas as lições bíblicas aqui 

CLIQUE QUI PARA BAIXAR ESSE ESTUDO EM PDF GRATUITAMENTE

Como Pregar a Palavra de Deus?

Inscreva-se Gratuitamente para receber atualizações do blog e Baixar o Guia Prático para Elaborar Sermões do Clube de Pregadores

Silvania Soares

Graça e paz a todos! Meu nome é Silvania Soares, sou cristã há mais de trinta anos, congrego na Assembleia de Deus, tenho ministério de ensino e sou Bacharel em Teologia. Amo ensinar a palavra de Deus e formar novos pregadores. Comecei como aluna no clube de pregadores, onde, graças a Deus e ao conhecimento aquirido no clube, trabalho corrigindo as lições e efetuando os comentários bíblicos e também postando estudos.

Website:

1 Comentário

  1. Edmilson v.

    Bom achei essas explicações interessante porém sobre o que foi falado que Jesus só partiu um pão e hj tem que ser igual não concordo pq quando Jesus partiu o pão foi só pra ele e mais doze mais hh numa igreja com cem duzento …. O pão tem que ser bastante enorme?????

    View Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *