A Nacessidade de Termos Uma Vida Santa

A Lição desta semana vem explicar A Necessidade de Termos uma Vida Santa, assim como as possibilidades que temos para isto. Nós entendemos que quando um pecador se arrepende e recebe Jesus como seu salvador pessoal, ele passa a ser regenerado, ou seja, abandona a vida de pecado para seguir a luz.

Assim passa a fazer parte da família de Jesus. A regeneração vem do Espírito Santo e é instantânea e progressiva, por que vai se estender durante toda a vida do crente.

A Necessidade de Termos Uma Vida Santa

I – Definindo os Termos

1. A Santidade de Deus

A santidade de Deus é absoluta, pois Ele é santo em caráter e essência. Essa santidade é uma característica própria e não adquirida, veja o que diz Amós: “Jurou o Senhor DEUS, pela sua santidade, ” (Am 4:2)

a) A Santidade de Deus

É a plenitude gloriosa da excelência moral de Deus.

b) A Santidade Pertence a Deus

Ela existe em Deus e nEle se originalizou, Ele não adquiriu de ninguém.

2. Significado

Santificar, dedicar, consagrar, significa “separar” tem também como proveniente o verbo hebraico “qadash”, que significa ser santo.

Quando usado na região de Israel nos dá a ideia de “separar para Deus” ou seja, retirar do uso comum. Assim, santidade nos dá um sentido de afastar-se de tudo o que é pecaminoso, e de tudo o que contamina, por isso vem a nacessidade de termos uma vida santa.

3. Exclusividade

Quando dizemos que uma pessoa, objeto ou qualquer coisa é separada à Deus, significa dizer que esta pessoa ou objeto pertence a Ele; ou serve a Ele com exclusividade, veja o que lemos em:

Êxodo 13:2 “Santifica-me todo o primogênito, o que abrir toda a madre entre os filhos de Israel, de homens e de animais; porque meu é.”

Podemos entender que o que é sagrado não pode ter uso comum, o azeite da unção e o incenso do santuário não podiam ter outro uso; o sagrado deve ser tratado como sagrado, os antigos hebreus levavam a santidade muito a sério.

II – A NECESSIDADE DE TERMOS UMA VIDA SANTA

1. Israel

Deus escolheu a nação de Israel para ser seu povo, por isso há um apelo para que o povo tenha santidade. É por isso que temos a necessidade de uma vida santa. Ele escolheu Israel para ser sua propriedade particular. Observe (Êxodo 19:5,6)

“ […]então sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos, porque toda a terra é minha.
E vós me sereis um reino sacerdotal e o povo santo. […]”

A santidade exigida por Deus era mais que natural, porque além dele ser santo os israelitas foram separados, do meio dos outros povos para Deus.

2. A Igreja

Os três propósitos de Deus com Israel, são os mesmo para a igreja de hoje, e nos levam a nacessidade de termos uma vida santa.

1°) Sacerdócio Real

Os sacerdotes eram escolhidos por Deus, eles não podiam escolher-se a si mesmo e havia um proposito que era servir a Deus com suas vidas oferecendo sacrifício.

   2°) Nação Santa

Deus através de Pedro, não se refere a Israel nem a nações como o Brasil, Grécia ou outra qualquer. Deus está se referindo a um povo escolhido, separado. Mas que povo é este? Estas pessoas são as que foram regeneradas e fazem parte do corpo de Cristo.

2°) Povo Adquirido

Esse povo adquirido é uma geração eleita, é o povo de Deus. Podemos ser membros de qualquer igreja, não importa, mas ninguém pode dizer que é povo de Deus sem ser escolhido por ele mesmo (I Ts 1:4). Essa eleição é de Deus e não nossa, e tem o intuito de separar um povo santo para a sua adoração.

 

3°) Uma Exigência Natural

Essa exigência é de Deus, ela age naturalmente por que Ele é santo, observe o que diz: (1 Pe 1:15,16) “Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver;
Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo. ”

Assim como Deus escolheu e santificou o povo de Israel, assim Ele também nos escolheu e santificou para servi-lo. Israel precisava afarar-se das práticas pecaminosas e nós hoje como povo escolhido precisamos nos afastar da prostituição e tudo que possa contaminar a santidade de Deus.

III – A POSSIBILIDADE DE TERMOS UMA VIDA SANTA

1. A Santificação Posicional.

É o primeiro aspecto de uma santificação, também chamada de santificação passada ou instantânea, ela acontece na mudança do ser humano de pecador para santificado, e está descrita em At 26:18, que diz:

“Para lhes abrires os olhos, e das trevas os converteres à luz, e do poder de Satanás a Deus; a fim de que recebam a remissão de pecados, e herança entre os que são santificados pela fé em mim. ”

Essa santificação instantânea é o começo de uma vida cheia de progressos. Todos nós salvos, somos santos e reconhecidos no Novo Testamento, e é assim que o apóstolo Paulo refere-se a nós:

“A todos os que estais em Roma, amados de Deus, chamados santos: Graça e paz de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. ” (Rm 1:7). Lembrando que temos Jesus Cristo como base desta santificação. E isso não vem de nós.

2. A Santificação Real.

É conhecida como santificação presente, ela também é progressiva como diz (Pv 4:18). Observe o diz Paulo: “Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor. ” (2 Co 3:18)

Podemos observar que existiam crentes carnais na igreja de Corinto mesmo assim eles são considerados santos. Por isso precisamos de crescimento espiritual.

3. Santificação Futura

É o terceiro aspecto de santificação e é conhecida também como glorificação. É quando na ressureição seremos completos e poderemos ver o Senhor como realmente Ele é. Jesus falou que iria transformar nosso corpo cansado e abatido para ser um corpo como o dele, ou seja um corpo glorioso.

4. É Possível Ser Santo?

É possível sim, e deve ser o objetivo de todo cristão ser imitadores de Cristo. Pela sua misericórdia, Ele nos dá uma vida santa a todos os que se arrependem e confessam o nome de Jesus. Assim temos três meios para a santificação disponibilizados por Deus:

1°) O sangue de Jesus

2°) O Espírito Santo

3°) A Palavra

Esses foram os recursos disponibilizados pelo Senhor para que possamos ter uma vida santa separada do mundo pecaminoso.

Conclusão

Nós não temos apenas o dever de nos afastar de toda prática pecaminosa e sim combatê-las, com a palavra com nosso testemunho de vida.

Nós somos capazes de viver em santidade porque o Espírito Santo está conosco nos capacitando todos os dias e está religião é a única que tem o privilégio de ter o Espirito Santo e Jesus na nossa vida.

Confira Outras Lições Aqui

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como Pregar a Palavra de Deus?

Inscreva-se Gratuitamente para receber atualizações do blog e Baixar o Guia Prático para Elaborar Sermões do Clube de Pregadores

Silvania Soares

Graça e paz a todos! Meu nome é Silvania Soares, sou cristã há mais de trinta anos, congrego na Assembleia de Deus, tenho ministério de ensino e sou Bacharel em Teologia. Amo ensinar a palavra de Deus e formar novos pregadores. Comecei como aluna no clube de pregadores, onde, graças a Deus e ao conhecimento aquirido no clube, trabalho corrigindo as lições e efetuando os comentários bíblicos e também postando estudos.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *