A Obra Salvífica de Jesus Cristo

A obra salvífica de Jesus Cristo, foi um preço muito alto, custou o seu próprio sangue derramado na cruz.

Esta obra nos garante a salvação, porque foi completa, perfeita e definitiva. Temos certeza de salvação e garantia de vida eterna, por que Jesus concluiu esta obra maravilhosa de amor.

A Obra Salvífica de Jesus Cristo

I – O SACRIFÍCIO DE JESUS.

1. O Sacrifício Completo.

Nenhum sacrifício de animais no Antigo Testamento teve o poder de apagar os pecados do passado, do presente, e nem do futuro.

Jesus Cristo é o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (Jo 1:29). Só através dEle foi possível apagar uma antiga aliança e recomeçar uma nova aliança,

Um novo tempo de relacionamento com Deus (Hb 9:26), criando uma nova aliança, superior e perfeita.

Só assim o sistema de sacrifícios e estruturas da lei serviram como guia para nos levar a Cristo (Gl 3:24).

2. O Sacrifício Meritório.

No Antigo Testamento a sociedade Judaica criou uma ideia de mérito através do sistema de sacrifícios de animais.

Bastava uma vítima inocente ser apresentada no templo e a pessoa satisfazia a sua própria consciência. Mas este sistema era ineficiente (Hb 8:13).

Depois do sacrifício de Jesus Cristo (advento da nova aliança) não há mais mérito pessoal,

O mérito da salvação pertence única e exclusivamente a Jesus Cristo (Gl 2:21), porque:

a) Só Cristo é Capaz de Cobrir Todo e Qualquer Pecado

b) Só Cristo Reestabelece a Comunhão do Pecador com Deus

Por isso o único mérito aceito por Deus nesta nova aliança é o mérito de Cristo.

“E assim todo o sacerdote aparece cada dia, ministrando e oferecendo muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca podem tirar os pecados; Mas este, havendo oferecido para sempre um único sacrifício pelos pecados, está assentado à destra de Deus, ” (Hb 10:11,12).

3. O Sacrifício Remido.

O pecado nega a autoridade de Deus e coloca dúvida em tudo que diz respeito ao criador.

a) O Pecado é Horrendo

b) O Pecado Separa o Homem de Deus

c) O Pecado Apodrece o Caráter do ser Humano

Deformando no homem a imagem de Deus, o sacrifício de Cristo aparece para redimir o pecador e trazer de volta a integridade e estabelecer o caráter do homem, para que ele possa viver em comunhão com o Pai.

II – A nossa Reconciliação Com Deus Pai

1. O Fim da Inimizade.

Jesus nos resgatou, e isso fez com que possamos ter reconciliação com Deus. Nós formos libertos do pecado e unidos a Deus.

O ser humano precisava dessa reconciliação, o seu relacionamento com Deus não andava nada bem,

Porque o homem pecador não podia ter comunhão com Deus que é santo (Is 16:5). É necessário se converter através do Espírito Santo (Jo16:8-11), para que aconteça a regeneração e a justificação do pecador.

Assim, todo o processo de salvação, para derrubar a inimizade entre nós e Deus, ocorreu através do sacrifício de Cristo na cruz, colocando um fim nesta separação.

2. A Eliminação da Causa da Inimizade.

A causa da inimizade do homem com Deus é o pecado. Para que esta causa fosse eliminada da vida do ser humano, Jesus Cristo pagou a oferta de perdão na cruz do calvário.

Agora somos novas criaturas, livres do poder do pecado, embora não livres de pecar.

3. A Vivificação.

Depois de conciliados com Deus, fomos vivificados por Ele. Quando andávamos no pecado e nas ofensas éramos mortos para Deus.

Só que o Espírito Santo produziu em nós uma vida por meio da obra de Jesus Cristo na cruz, como uma fonte transbordante e colocando em nós:

a) Sede da Palavra (Sl 42:1,2)

b) Fazendo Uma Fonte de Agua Viva (Jo 4:10)

c) Nos Enviando Para Produzir Muitos Vídeos

d) Capacitando Para o Conhecimento da Salvação em Cristo (Lc 4:19)

Assim a maior consequência da vivificação espiritual é a capacidade de pregar o evangelho e a disposição em fazê-lo.

III – A Redenção Eterna

1. O Estado Perdido do Pecador.

As escrituras revelam que o pecado é um estado de separação diante de Deus. E quando as pessoas não confessam que Jesus Cristo é o Senhor e salvador da sua vida, elas são escravas do pecado.

“Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado” (Jo 8:34).

As pessoas que são escravas, elas ficam presas e impossibilitadas de se livrar do pecado.

Essas pessoas pervertem a imagem de Deus no jardim do Éden, buscam a ídolos e desejos pervertidos que vão prejudicar a elas mesmas e os outros (Rm 1:22-25).

2. A Redenção do Pecador.

Redenção é quando o ser humano se redime, ou seja, é liberto e salvo do pecado através de um pagamento feito.

Na bíblia a redenção é a libertação de um escravo ou um livramento do mal (Mt 20:28).Essa atitude de resgatar e tirar do poder de algo ou alguém de libertar do cativeiro.

O preço pago pelo ser humano foi altíssimo, pois custou a vida do filho de Deus. Só Deus poderia fazer isso pelo ser humano porque ele nos ama e é rico em misericórdia para conosco.

3. Uma Redenção Plena.

A condição do ser humano quando redimido traz benefícios não só para o presente como para a vida eterna, temos a certeza de morar com Cristo no paraíso (Ap 19:9; Lc23:43).

Portanto lembre-se de que a redenção eterna vem através do sacrifício de Cristo na Cruz (1 Co 15:9)

Conclusão

Cristo pagou um alto preço na cruz por nós e isso faz com que nós o glorifiquemos em todas as dimensões da nossas vidas,

por isso vem o desejo de evangelizar, para todas as pessoas possam usufruir desse grande privilégio da salvação.

Veja outras lições aqui

 

Como Pregar a Palavra de Deus?

Inscreva-se Gratuitamente para receber atualizações do blog e Baixar o Guia Prático para Elaborar Sermões do Clube de Pregadores

Silvania Soares

Graça e paz a todos! Meu nome é Silvania Soares, sou cristã há mais de trinta anos, congrego na Assembleia de Deus, tenho ministério de ensino e sou Bacharel em Teologia. Amo ensinar a palavra de Deus e formar novos pregadores. Comecei como aluna no clube de pregadores, onde, graças a Deus e ao conhecimento aquirido no clube, trabalho corrigindo as lições e efetuando os comentários bíblicos e também postando estudos.

Website:

2 Comentários

  1. Pingback: A Abrangência Universal da Salvação - Lição da Escola Bíblica Dominical

  2. Pingback: Lição da Escola Bíblica Dominical - A Salvação pela Graça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *