1 Coríntios Capítulo 2 – Comentário Bíblico e Estudo

Eu demorei muito a decidir colocar estudos bíblicos pesados por aqui. Pois eles exigem estudos exaustivos, porém muito edificantes. E sinceramente, não sei até onde meus leitores apreciam um estudo bíblico profundo. Mas vamos começar com um dos mais belos sermões do apóstolo Paulo, que aponta para aquilo que é mais sagrado, a cruz de Cristo.

O capítulo 2 da primeira carta de Paulo aos Coríntios é usado por muitos para defender coisas que não tem nada a ver com o texto em questão. Isso acontece devido as interpretações erradas que muitos fazem da Bíblia, a palavra de Deus. E o apóstolo Paulo em suas cartas, fala muito do poder de Deus e alguns ousam dizer ou interpretar que ele esta falando de manifestação do Espírito Santo, e a principal referência para isto é justamente o capítulo 2, em especial os versículos 13 e 14.

Antes de fazer uma explanação desse texto, quero deixar claro que sou pentecostal, mas nem por isso uso da bíblia para apoiar meus interesses espirituais. A palavra de Deus tem sua linguagem própria a qual não devemos acrescentar nossas interpretações e sim, descobrir o verdadeiro sentido do texto. Isto se chama exegese.

Vamos aos comentário bíblico ou estudo bíblico?

Carta de Paulo – 1 Coríntios Capítulo 2

1 corintios 2

No verso 1 ele diz: E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria.

A expressão “e eu…” Indica que ele esta dando continuidade a um conceito ou ideia já firmado no capítulo anterior. Por isso, por vezes voltaremos ao capítulo 1 para entender o capítulo 2. Ele diz que não apareceu aos irmãos de Corinto, com sublimidade de palavras, ou seja, palavras bonitas e persuasivas e nem de sabedoria, em resumo ele esta dizendo: Não usei de palavras bonitas e nem dos meus conhecimentos gerais (lembrando que Paulo era muito estudado) para vos convencer e trazer a mim.

No verso 2 ele diz: Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado.

Agora ele revela de uma vez o seu objetivo e a mensagem que ele pregou aos irmãos em Corinto quando apareceu por lá evangelizando. Ele esta dizendo que só falou da Cruz, e se isto é verdade, deve ser confirmado no restante do capítulo, ele deve continuar nesse raciocínio, a cruz; ele não pode fazer uma afirmação e de repente tropeçar em suas próprias palavras, dizendo que pregou outra coisa além da Cruz de Cristo, afinal Paulo foi um homem dotado de conhecimento.

Esse é o versículo chave de todo o capítulo 2. Tudo o que Paulo fala nesse capítulo, esta firmado nessa afirmação, ou seja, o fato de que ele não se preocupou ou não se preocupa com outra coisa a não ser a cruz de Cristo.

No verso 3. E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor.

Ele não esteve em nenhum momento da sua pregação ou da sua visita aos Corintos, com segundas intenções, mas pelo contrário, ele tinha medo ou receio de que o povo não se convertesse “em fraqueza” ou no mínimo ele tinha receio que sua pregação lhe trouxesse algum prejuízo como já dantes aconteceu dele ser perseguido e açoitado por pregar a palavra de Cristo, mas isto é especulação. Ao mesmo tempo, respeitando “em temor” os irmãos em Corinto e as autoridades constituídas naquele lugar, ou seja, ele pregou a grandes e pequenos, entenda-se: doutos e indoutos.

Verso 4. E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder;

Aqui é onde muitos erram. Quando ele diz demonstração do Espírito, talvez estivesse se referindo ao fato de ser usado por Deus para adivinhar pensamentos, curar enfermos e expulsar demônios, coisas essas que são as manifestações do Espírito de Deus, enquanto muitos pensam assim; os estudos mais profundos desse capítulo mostram a grande chance de estar falando apenas da pregação da Salvação. Ou seja, a demonstração de Espírito é na verdade, mostrar aos irmãos de que ele, Paulo, foi convencido do seu pecado pelo Espírito Santo e esta convertido a Jesus Cristo.

Por que quando Paulo fala de poder, ele normalmente se refere a Cruz de Cristo, ou a palavra de salvação ou ao Evangelho de Cristo que são tudo a mesma coisa. E isso fica mais claro no próximo versículo, onde ele afirma ter apoiado a “demonstração de Espírito e Poder” a fé dos irmãos em Corinto.

Verso 5. Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus.

Ou seja, onde a nossa fé esta ou pelo menos, deveria estar apoiada? Se você respondeu na Cruz de Cristo, evangelho de Cristo ou na pregação principal onde se fala do amor de Deus e da entrega do seu filho único, então você acertou.

Nossa fé não pode ser apoiada em milagres e curas. Eu vou repetir e ir mais longe, nossa fé não pode ser apoiada em milagres, sinais, profecias, pulos, gritos, líderes religiosos e nem em nenhuma outra coisa; mas somente na cruz de Cristo. Afinal, Jesus se entregou em nosso lugar para que pudéssemos crer nele e através da nossa fé em Cristo é que somos salvos. Em outras palavras, se pudéssemos ser salvos pelo fato de acreditar em milagres apoiando neles a nossa fé, logo Jesus morreu em vão.

Então, se Paulo esta dizendo que veio em demonstração de Espírito e de Poder, logo ele não esta falando de obras miraculosas, nem pulos, nem gritos, nem adivinhações, nem profecias, mas esta falando de algo forte o bastante onde nós podemos apoiar nossa fé. A cruz do Senhor.

Nos demais versos, ele vem confirmando isso e dizendo a mesma coisa em palavras diferentes. Pois os Judeus quando querem frisar algo ou dar importância para um assunto, eles não gritam como nós, eles repetem os seus argumentos reforçando-os. Então para reforçar seu argumento e repetir sua afirmação, Paulo vai continuar batendo nessa tecla para que fique claro. E se você pergunta:

Para que fique claro, o quê ?

Ora, para que fique claro que ele, Paulo, falou e pregou somente a Jesus Cristo, e este, cru-ci-fi-ca-do!

Verso 6 e 7. Todavia falamos sabedoria entre os perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam;
Mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória;

Aqui entendemos que existe a sabedoria do mundo e a sabedoria de Deus. A do mundo se aniquila, ou seja, é uma sabedoria que passa e perece, mas a sabedoria de Deus é desde antes dos séculos. Ou seja, algo que existe e dura a tanto tempo não pode ser a manifestação do Espírito, já que o Espírito só veio se manifestar em nossas vidas após a criação do mundo e do homem e a revelação da palavra de Deus.

Na verdade, a única coisa que poderia ter sido estabelecida por Deus deste antes do início dos séculos para a nossa glória, é justamente a salvação por meio de Jesus Cristo, ou seja, a Cruz. Veja o que o apóstolo diz aos Efésios:

A mim, o mínimo de todos os santos, me foi dada esta graça de anunciar entre os gentios, por meio do evangelho, as riquezas incompreensíveis de Cristo, (esta falando da cruz)
E demonstrar a todos qual seja a comunhão do mistério, que desde os séculos esteve oculto em Deus, que tudo criou por meio de Jesus Cristo;
Para que agora, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus (esta falando da cruz) seja conhecida dos principados e potestades nos céus,
Segundo o eterno propósito que fez em Cristo Jesus nosso Senhor,
Efésios 3:8-11

Percebe como Paulo reafirma que Deus já tinha planejado nos salvar pela Cruz de Cristo desde os séculos? Paulo chama também de eterno propósito. E esse eterno propósito é a Cruz, a mesma que ele se refere nos versos anteriores quando diz que nossa fé deve se apoiar no poder de Deus, ou seja:

  • Poder de Deus = Cruz de Cristo.
  • Demonstração de Espírito e de Poder = Pregação do evangelho puro e sem mistura nenhuma de conhecimentos humanos ou filosófico.

Verso 8.  A qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória.

Esse versículo revela o que é a sabedoria de Deus da qual Paulo esta falando. Ele diz que os príncipes desse mundo não conheceram a sabedoria de Deus, pois se tivessem conhecido não cometeriam o erro de crucificar ao Senhor da Glória. O que significa que a sabedoria de Deus é o conhecimento do evangelho, ou da palavra da Cruz. Pois qualquer Cristão no lugar dos acusadores de Jesus, deixaria de acusá-lo imediatamente uma vez sendo conhecedor do motivo da vinda de Cristo ao mundo.

Eu não iria querer ter o sangue de Jesus em minhas mãos, porque conheço a sabedoria de Deus, ou seja, eu conheço o poder de Deus, a cruz. Veja o versículo abaixo e me diz se você, conhecendo a sabedoria de Deus, iria gritar junto com esse povo.

Então Pilatos, vendo que nada aproveitava, antes o tumulto crescia, tomando água, lavou as mãos diante da multidão, dizendo: Estou inocente do sangue deste justo. Considerai isso.
E, respondendo todo o povo, disse: O seu sangue caia sobre nós e sobre nossos filhos.
Mateus 27:24,25

Ou seja, se os príncipes desse século entendesse o significado do sacrifício de Jesus Cristo, eles nunca ousariam ser aqueles que crucificariam nosso Senhor, o filho de Deus. Então, por isso Paulo fala que eles não conheceram a sabedoria de Deus, pois a ideia de salvar a humanidade através da morte de Cristo é, de fato, a sabedoria de Deus.

Verso 9. Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu,e não subiram ao coração do homem,são as que Deus preparou para os que o amam.

Aqui Paulo esta falando justamente da sabedoria de Deus, que o olho não viu, o ouvido não ouviu e não subiu ao coração do homem, ou seja, o homem por si só não pode adivinhar o plano de Deus para nossa salvação através de Cristo. Você já percebeu que os povos que não conhecem ao nosso grande Deus, acabam por criar deuses de pedra e madeira para si?

Eles tem necessidade em adorar um deus, seguir alguém maior do que eles, alguém que possa lhes dar força e servir de motivo da sua existência. Mas suas civilizações que perduram por centenas de anos nunca conseguiram adivinhar ou descobrir sozinhos que existe um Deus maior e que Jesus é seu filho que veio nos salvar. E é por essa falta de capacidade humana em compreender sozinho a sabedoria de Deus, é que Paulo diz, a palavra da Cruz, é algo que não subiu ao coração do homem. A cruz é aquilo que o olho não viu e o ouvido não ouviu. E sempre que me refiro a cruz, falo do evangelho, a história completa da morte e ressurreição de Cristo junto ao seu significado. No próximo verso Paulo confirma.

Verso 10. Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.

Ou seja, logo Paulo não esta falando, no verso 9, de algo que esta oculto para sempre e muito menos de um mistério que nós não conhecemos. Pois agora ele declara que o próprio Deus nos revelou através do seu Espírito. Nos revelou o que? Ora, nos revelou a sabedoria de Deus, a mesma que ele diz que não subiu ao coração do homem.

Ou seja, o próprio Paulo que era fariseu muito devoto e conhecedor das escrituras, nunca conseguiu entender a sabedoria de Deus, mesmo sendo alguém que conhece profundamente as escrituras, até que o Espírito de Deus lhe revelou, a partir do encontro com Jesus que ele teve no caminho para Damasco, a palavra da Cruz foi ficando clara na mente de Paulo. Ou seja, Paulo diz que só podemos entender e receber a palavra da Cruz se for pelo Espírito de Deus, justamente pelo fato de que o Espírito penetra as profundezas de Deus.

Verso 11. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.

Em outras palavras, muitos podem ler e conhecer a palavra de Deus, a bíblia, mas para receber a pregação da Cruz, é preciso que isto lhe seja revelado pelo Espírito de Deus, pois só Ele sabe as coisas de Deus. E isso esta de acordo com o fato de que é o Espírito Santo é quem convence o homem do seu pecado.

E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. João 16:8

Veja como o próximo verso concorda com esse raciocínio.

Verso 12. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus.

Paulo esta repetindo com outras palavras o que já vem afirmando desde o princípio. Que para conhecer o que Deus nos dá de graça, ou seja, a salvação pela fé em Jesus Cristo, precisamos do Espírito Santo. Logo, recebemos o Espírito que provem de Deus para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus, a saber, a salvação.

Ou seja, ler a bíblia sem a ajuda do Espírito Santo, não nos levará a nada. Mas quando você lê a palavra e o Espírito Santo de Deus, abre a sua mente, você consegue compreender como é forte, como é eficiente, como é eficaz, como é poderoso, como é bom e agradável o sacrifício que o Senhor Jesus fez para nos salvar. E você passará a amar e respeitar a Cruz.

Verso 13. As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais.

A palavra da Cruz é o que também falamos. E não precisamos de palavras da sabedoria humana, ou seja, não precisamos envolver outras doutrinas como a retórica ou a filosofia por exemplo, para explicar a salvação. Paulo esta dizendo que não precisamos de sabedoria humana para falar da palavra da Cruz, mas precisamos sim das palavras que o Espírito Santo ensina para que possamos comparar coisas espirituais com as espirituais. E quais são as palavras que o Espírito Santo ensina? São a palavra da cruz e a grandeza de nossa pecaminosidade, pois é o Espírito que nos convence. Ev. Jo 16:8. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.

Ou seja, a pregação da fé em Cristo Jesus é um assunto espiritual. E não tem sabedoria humana que possa nos explicar isso, a não ser a sabedoria que vem de Deus e é dada pelo Espírito Santo. Ou seja, por isso a bíblia foi inspirada por ele e somente por ele e através dele, o Espírito Santo, é que ela pode ser compreendida.

Verso 14. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.

Aqui nesse versículo, muitos usam pra defender suas danças espirituais. Se você pergunta a um crente pentecostal: Porque vocês pulam e gritam e rodam e fazem várias coisas esquisitas? Ele vai te apontar esse versículo e dizer que você não pode entender as coisas espirituais, porque você é um homem natural, ou carnal. Mas a verdade é que ele mesmo não sabe explicar essas coisas e sua única defesa é usar um versículo fora do seu contexto como resposta.

Quando na verdade esse versículo e o capítulo inteiro não estão falando de manifestações do Espírito (que são os dons espirituais) e muito menos de milagres, sinais e muito menos de pulos e gritos. Não tem nada a ver.

Essas coisas do Espírito de Deus que o homem natural não pode entender é justamente a palavra da Cruz. E por isso Paulo diz que ao homem natural isso parece loucura, e tal fato Paulo já tinha mencionado no capítulo 1. Veja

Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus.
1 Coríntios 1:18

Repare de novo que Paulo esta dizendo outra vez que o “O PODER DE DEUS” é simplesmente a palavra da Cruz, ou seja, o evangelho de Cristo. Ele também afirma isso aos Romanos, veja:

Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego.
Romanos 1:16

O que nos leva de novo ao verso 4 onde ele fala que foi até os corintos em demonstração de Espírito e de Poder. Logo ele esta falando que como homem Espiritual ele conhece a sabedoria de Deus, ou seja, a palavra da Cruz. E a demonstração de poder é justamente pregar a palavra da Cruz e a ação do Espírito é justamente trazer as pessoas a Cristo, chorando e querendo ser batizadas. Veja também esses outros versículos do capítulo 1:

Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos.
Mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, lhes pregamos a Cristo, poder de Deus, e sabedoria de Deus.
1 Coríntios 1:23,24

Aqui ele afirma claramente que o poder de Deus e a sabedoria de Deus são a mesma coisa, a saber, a palavra da Cruz ou o evangelho de Jesus Cristo, a pregação da cruz.

Verso 15. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.

Paulo agora afirma, que o homem espiritual entende muito bem a palavra da Cruz, o homem natural não entende o homem espiritual. Eles não entendem como você serve a esse Deus e não sabem o que foi que te atraiu para Cristo. O homem natural observa os cristãos morrendo por amor a Cristo e não conseguem entender isso. Mas nós podemos dizer: A cruz, a cruz me atraiu ao pés do Senhor.

Em outras palavras, o homem espiritual é aquele que entende a salvação que nos foi dada pela Cruz. E esse homem só entende isso, porque o Espírito de Deus lhe convenceu do pecado, então logo esse homem convencido pelo Espírito Santo é um homem espiritual. Por isso Paulo esta dizendo: Que nós que somos espirituais, entendemos bem tudo e sabemos exatamente porque vale a pena ser fiel a Deus.

Verso 16. Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.

Para concluir seu argumento, Paulo lança a pergunta: Quem foi o professor de Deus? Ou melhor, Deus nunca teve um pai para lhe ensinar alguma coisa. Ou seja, ninguém pode instruir a Deus e por isso ele criou o mundo e planejou desde antes dos séculos nos salvar através do seu filho. Ou seja, Deus poderia fazer qualquer outra coisa, mas ele decidiu nos salvar dessa forma, entregando seu filho. E uma vez que recebemos essa salvação, temos a mente de Cristo.

A Cruz se Resume no Poder de Deus

jesus-a cruz

Para concluir o estudo, vamos passear pela bíblia e procurar algumas confirmações. Pois o que Paulo esta dizendo e ensinando no final é:

  • Ele chama sabedoria de Deus, a cruz de Cristo. 1cor 2:7,8
  • Ele chama loucura da pregação, a cruz de Cristo. 1cor 1:21
  • Ele chama de poder de Deus, a cruz de Cristo. 1cor 1:18 e também Rm 1:16

E a cruz de Cristo é justamente conhecimento. Ou seja, os pecadores devem conhecer a história da Cruz, a mensagem da Cruz, e pra isso, eles precisam ouvir e aprender sobre Cristo, a saber, o evangelho da salvação. Então, você deve concordar comigo que a cruz de Cristo é conhecimento porém que produz resultados, é informação que salva, informação que liberta é informação que transforma o ouvinte.

E é interessante que em Jó é feita uma referência ao poder de Deus como sendo sabedoria e ensinamento, ou seja, informação e conhecimento.

Eis que Deus é excelso em seu poder; quem ensina como ele? 36:22

Ele fala do poder de Deus, é excelso, o que significa sublime, alto, elevado. Ele diz que o poder de Deus é elevado e depois lança a pergunta: Quem ensina como ele? Logo entendemos que o poder de Deus esta relacionado a conhecimento, informação.

Eu sei que nem sempre que lemos a expressão “PODER DE DEUS” vai falar ou apontar para a cruz de Cristo. Mas eu quero defender o fato de que, não tem como negar que esse capítulo (1 Cor 2), fala única e simplesmente da Cruz de Cristo. 1 Coríntios Capítulo 2 não fala de manifestação do Espírito Santo e nem de sinais e nem de prodígios. Repare que o próprio Paulo faz diferença entre os sinais, que são a manifestação do Espírito Santo, e a palavra da Cruz que é o poder de Deus. Olha o que ele diz aos Romanos:

Pelo poder dos sinais e prodígios, e pela virtude do Espírito de Deus; de maneira que desde Jerusalém, e arredores, até ao Ilírico, tenho pregado o evangelho de Jesus Cristo. Romanos15:19

O poder dos sinais e prodígios é uma coisa. E a virtude do Espírito de Deus é outra coisa. Ele esta diferenciando os sinais, que pela bíblia são apenas sinais e não servem como base de fé, em comparação a virtude do Espírito de Deus, ou melhor, o poder do Espírito de Deus.

O próprio Cristo chamou a fé Nele, de poder de Deus. Ele respondeu para os Saduceus que queriam vê-lo falhar, queriam vê-lo dar uma resposta errada com uma questão nada a ver sobre casamento na ressurreição, porque os Saduceus não acreditavam em Jesus como Messias e queriam fazê-lo tropeçar, o que Jesus lhes respondeu:

E Jesus, respondendo, disse-lhes: Porventura não errais vós em razão de não saberdes as Escrituras nem o poder de Deus? Marcos 12:24

O que ele quis dizer, com o fato de não conhecerem o poder de Deus? Pois as escrituras já explicam a questão do casamento perfeitamente bem. Bastava dizer que eles não conheciam as escrituras e pronto. Mas Jesus acrescentou que eles também não conhecem o Poder de Deus. Será que Ele quis dizer que aqueles saduceus não acreditavam em Jesus? Ou seja, eles não recebiam a salvação que Jesus veio trazer? em outras palavras, a boas novas da salvação, a famosa cruz?

Nós sabemos que para um homem aceitar Jesus, ele precisa crer na Cruz. Ou seja, no evangelho. E olha o que o apóstolo Paulo mais uma vez fala sobre sua conversão a Cristo.

Do qual fui feito ministro, pelo dom da graça de Deus, que me foi dado segundo a operação do seu poder. Efésios 3:7

Perceba como fica fácil interpretar esse versículo agora que sabemos que por vezes, poder de Deus é a palavra da Cruz, que salva e liberta. Veja o versículo com um grifo meu.

Do qual fui feito ministro, pelo dom da graça de Deus (a salvação é de graça), que me foi dado segundo a operação do seu poder (a operação que o poder, ou seja a Cruz, realizou nele). Efésios 3:7

O profeta Jeremias também faz referência ao poder de Deus com sabedoria ou conhecimento. Veja:

Ele fez a terra com o seu poder; ele estabeleceu o mundo com a sua sabedoria, e com a sua inteligência estendeu os céus. Jeremias 10:12

Ou seja, o poder de Deus que é a cruz, para salvação de todo aquele que crê, trata-se do conhecimento, ou a informação sobre o porque da cruz de Cristo e essa informação salva o pecador através do Espírito Santo.

Eu confesso que, gosto de gritar, gosto de sentir a presença de Deus que me empolga e me leva a dançar no espírito, como dizem. Mas se for pra escolher entre uma coisa e outra, fico com o poder de Deus que salva, liberta, transforma e leva para o céu. No demais, devemos ser bíblicos e a palavra do Senhor revela que a pregação de Cristo faz arder e queimar o coração, ou seja, ela não faz pular e nem gritar, mas faz arder o coração. E eu digo, que melhor é ter o coração ardendo durante os cultos, pois assim saberemos que a genuína palavra, e o verdadeiro poder de Deus esta sendo ministrado em nós.

Então disse eu: Não me lembrarei dele, e não falarei mais no seu nome; mas isso foi no meu coração como fogo ardente, encerrado nos meus ossos; e estou fatigado de sofrer, e não posso mais. Jeremias 20:9

E disseram um para o outro: Porventura não ardia em nós o nosso coração quando, pelo caminho, nos falava, e quando nos abria as Escrituras? Lucas 24:32

Interpretações Erradas sobre Esse Texto

Alguns gostam de usar o verso 14 para defender seus comportamentos esquisitos na igreja como pulos, gritos e campanhas bizarras usando flores, sal, água e vários outros objetos que em alguns casos são ungidos e vendidos para o povo.

Outros usam vários versos desse capítulo para defender que na igreja ou durante o culto tem que ter manifestação do Espírito, línguas e etc. Embora eu seja pentecostal, não podemos falhar com a palavra de Deus, para não ensinar errado as gerações futuras. Paulo não esta falando de culto ou reuniões aqui nesse capítulo, simplesmente não tem nada a ver.

Paulo esta falando única e simplesmente da preciosa, da poderosa, da grandiosa salvação que Cristo conquistou para nós através da Cruz. Como ele mesmo resumiu no verso 2;

Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado.

A Pregação de Jeremias

Ele fez a terra com o seu poder; ele estabeleceu o mundo com a sua sabedoria, e com a sua inteligência estendeu os céus. Jeremias 10:12

Por quê criar a terra com o seu poder? Não com poder, mas com O SEU PODER? Obviamente, se o plano da salvação já estava pronto antes do início dos séculos como afirma Paulo, logo quando Deus criou a terra ele já estava fazendo isso para que o plano de salvação se cumprisse no futuro. Por isso, o profeta esta certo em dizer: Ele fez a terra com o seu poder.

Mas para sermos salvos, deveríamos passar pela experiência de um dia nos perder, então entra o pecado no mundo. O que Deus já previu que Adão falharia. E para o povo salvo não continuar aqui tendo chances de voltar a pecar, Deus estendeu os céus com inteligência, ou seja, já preparando para os salvos no futuro. Em outras palavras, se não existisse o plano da salvação, não existiria nada. Resumindo, se não existisse Cristo, não existiria nada. Por isso Paulo afirma:

Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém. Romanos 11:36

Gostou do comentário bíblico? Gostaria de fazer download para imprimir? Click no botão abaixo:

Como Pregar a Palavra de Deus?

Inscreva-se Gratuitamente para receber atualizações do blog e Baixar o Guia Prático para Elaborar Sermões do Clube de Pregadores

Pregador Manasses

Sou apaixonado pelo Senhor Jesus e a sua palavra, compartilho nesse blog daquilo que o Senhor me tem dado, por isso trago pregações para jovens, estudos bíblicos e dou algumas dicas pra ajudar os irmãos a como pregar a palavra de Deus. Seja Bem vindo!

Website: http://pregadormanasses.com

28 Comentários

  1. antonio

    cara amigo escritor gostei muito de esse grandioso estudo aprendi muitos coisa quero ti dizer que deus venha te abençoa na terra dos viventes

    View Comment
  2. fabio araujo

    cara eu sou tbm pentencostal mais estou de acordo com esse estudo muito forte e na minha visao esta certissimo coisa linda de DEUS

    View Comment
  3. claudio freire

    parabéns irmão sou pentecostal e concordo com o seu estudo muito profundo, que Deus continue abençoando a sua vida e a todos que leem, e que aprendam com esses estudos o verdadeiro sentido de pentecostalismo e avivamento em nossa vida . parabéns irmão. fica na Paz do Senhor Jesus Cristo.

    View Comment
  4. ricardo

    A paz do senhor irmão valeu eu profetizo que, Deus te abençoe mais e mais, graça e paz.

    View Comment
  5. ezequias

    tenho acompanhado o seu blog e gosto muito.mas,ñ achei esse texto muito objetivo. Dava p/ ser resumido…vc é contra gritos, pulos, línguas estranhas é isso?

    View Comment
    • A paz amado.

      Não sou não meu caro irmão. Mas defendo que esse não pode ser o foco da vida Cristã.
      Muitos novos convertidos, quando entram em uma igreja pentecostal, buscam e correm atrás de ter logo a experiência de pular e gritar pra fazer parte da “turma” e ser um cristão completo, na cabeça deles. Quando na verdade, tudo que precisamos é conhecer a Cristo e será o bastante. Nosso foco deve ser no aprendizado da palavra de Deus. Os pulos e gritos são apenas uma consequência que não devem ser super valorizados como são hoje em dia.

      Olhe para a bíblia… quantas “danças no espírito” você vê na bíblia? Tenho certeza que são bem poucas… Por outro lado, quantos ensinamentos, pregações e sermões você encontra na bíblia? Praticamente a bíblia inteira é assim. Isso já diz qual deve ser o nosso foco.

      Olhe para as igrejas que se dizem pentecostais… Geralmente elas não tem escola dominical e o culto de ensinamento é bem fraco, na maioria das vezes não se aprende nada nesses cultos. E é essa conduta errada que devemos corrigir, assim como Elias e João Batista não podiam ver coisa errada na sua frente sem denunciar, assim também aqueles que se dizem profetas hoje em dia, devem denunciar o pecado, os erros, para concertar a casa ou a obra de Deus.

      View Comment
  6. carlos passinho

    a pouco tempo que estou na igreja,eu observo que pregam muitas coisas,menos a edificação.continua deixando DEUS te usa,um abraço.

    View Comment
  7. Ricardo Wagner

    Bom dia!
    Maravilhoso comentário amado, uma compressão bastante clara apesar de profunda, digo clara para quem está focado na cruz, mas quando o foco se desvia para a direita ou esquerda, o embaçamento se inicia. Apesar de também ser pentecostal, ainda não me acostumei com a perda desse Foco chamado Jesus (a cruz).
    Muito obrigado por sua dedicação, espero encontrar mais comentários desse porte, pois também desejo aprender bastante da parte de Deus, e que Este continue te abençoando em nome de Jesus.

    View Comment
  8. luis neto

    gostei muito,me ajudou a tirar algumas duvidas q eu tinha sobre esse capitulo,muito obrigado..
    poste mais estudos e que deus abençoe a sua familia em o nome de jesus…amem..

    View Comment
  9. Damiaõ

    boa noite, e a paz, muito bom, está mim ajudando muito irmão no meu aprendizado, pois,
    sou muito pequeno, preciso muito ajuda.

    Deus te abençoe muito mais.

    View Comment
  10. muito bom esse estudo, a bíblia diz que o povo erra por não conhecer as escrituras, o que esta faltando hoje nas igrejas é o ensino da palavra de Deus,movimento não traz nenhum conhecimento, a bíblia mostra que o nosso culto é racional. nada contra os que gostam. Deus abençoe a todos.

    View Comment
  11. eniomar

    Paz do Senhor irmão!Muito lindo esse estudo.Nos faz pensar cada dia de que somente podemos nos firmar na Cruz de Cristo!oh gloria.

    View Comment
  12. Raimundo Lopes

    parabéns meu irmão, deus continue lhe abençoando, mais é bom lembrar que a minifestação do Espírito Santo revelada na bíblia e pregada por nós pentecostais nao está basiada em pulos, gritos e outros movimentos como alguns denunciam, porem a pregação do evangelho Genuino promove a manifestação do Espirito, como Salvação, Curas divinas, Batismo com o Espírito santo, proficia, Variedade de Lingas e demais dons revelados nas escrituras, que segundo a teologia pentecostal é para ser vividopela igreja hoje.
    a questão, é que conservadores e radicais, limitam a ação do Espirito santo na igreja pentecostal .
    só a pulos gritos miminice e adinhação. sou pregador pentecostal, e digo que as minifestaçõa dos dons espirituais não são a base para nossa salvação, mais classifico-os como ferramentas indispensáveis para nossa vida de salvos em Cristo

    View Comment
  13. Joao marcos

    Querido irmão sou petencostal tbm concordo com vc .porem queria deixar uma observaçao achei que o irmao deu muita importancia a cruz de cristo a cruz em si nao tem poder nenhum para nos salvar mas sim jesus cristo que foi crucificado nele sim devemos apoiar a nossa fé e nao na cruz q ele foi crucificado.

    View Comment
      • Joao marcos

        Pregador Manassés eu entendi q o irmao se referia o sacrificio de cristo . Mas nossa tem que se firmar em jesus cristo q foi crucificado e ressucitou? Ou na sua crucificação ?

        View Comment
        • Joao marcos

          *quis perguntar se nossa fé deve está firmada no cristo cucificado ? Ou na crucificação de cristo?
          Desculpas pelo erro

          View Comment
          • Marcos Vinicius

            irmão vai aprender digitar , kk , zoa irmão ta certo , o mais importante é Cristo e não a cruz .. Cristo nos deu Salvação e não a Cruz , a Crucificação só foi um Ato ..

            View Comment
          • A paz João,
            Você esta fazendo confusão sem sentido e sem importância.
            Qual a diferença do Cristo crucificado para a crucificação de Cristo? É a mesma coisa. Pois só existe um Cristo que foi crucificado uma única vez. Por isso, quando falamos Cruz de Cristo, ou Cristo crucificado; ninguém vai perguntar: Qual cruz? Ou qual Cristo? Pois só existe um, todos sabem a quem estamos nos referindo.

            De maneira que essas expressões vem da própria bíblia, encontramos todas na palavra de Deus:
            Jesus Cristo, e este crucificado. / Palavra da Cruz. / Cruz de Cristo / Cristo crucificado / Evangelho de Cristo/

            Que só pra você saber, todas expressões falam da mesma coisa.

            Será que eu não posso me referir a Cristo e seu ato de salvação da mesma forma como esta na bíblia?

            View Comment
  14. Paulo Viana

    Irmão gostaria muito de receber os estudos em word ou pdf seria possivel , eu não consigo imprimir , não uso outros meios , a não ser por e-mail conforme indiquei abaixo
    fique na paz

    View Comment
  15. pregado Manassés este comentário é dos. melhores… eu digo o seguinte hoje as igrejas não todas mas creio que a maioria perderam.. o verdadeiro sentido em suas pregações dão valor. em.. pula pula gritaria . muitas línguas poucas conversões e pouca edificação.

    View Comment
  16. Pingback: O que Significa Crescer na Graça e no Conhecimento! - Pregador Manassés

  17. ademir dos santos

    muito boa a sua explanação sobre a cruz, sou católico, e muitos evangélicos me questionam, por que usamos a cruz,citam que paulo falou (maldito todo aquele pendurado num madeiro)e interpretam erradamente que ele está dizendo que a cruz é maldita, aí ficam questionado o nosso uso da cruz como simbolo cristão, gostei muito do que vc falou,e quando me questionarem isso vai me ajudar muito nas respostas.obrigado!

    View Comment
  18. Joao evangelista

    Que Deus. Continuo te abençoando . Amado irmao , não fique ouvindo tobias , por que Deus. Não falou com ele mas com você grande e a obra que Deus tem para você fazer.

    View Comment
  19. Pingback: Maria,Mãe de Jesus - Uma serva Humilde - Pregador Manassés - Pregando a Palavra de Deus com Sabedoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *